FAJE
Apresentação Geral

Índole do curso

Nestes quase 60 anos de existência, o curso de Teologia tem procurado promover e cultivar a docência de Teologia aliada a uma qualificada investigação científica, visando a formar os estudantes nas disciplinas teológicas e em outras disciplinas conexas mediante uma preparação profundamente científica, que os capacite para trabalhos de investigação, para o ensino e para outras tarefas especializadas, bem como o desempenho do ministério presbiteral, haja vista, tratar-se de uma Faculdade confessional católica. Além disso, visa-se a difusão, de modo especial por meio de publicações, dos resultados da investigação teológica, no contexto da realidade sócio-cultural brasileira, buscando sempre a unidade inseparável entre o serviço da fé e a promoção da justiça.

Como afirmado acima, o Bacharelado em Teologia é entendido como discurso sistemático, crítico e hermenêutico sobre a fé cristã vivida conforme a práxis da Igreja Católica. Contudo, o caráter confessional não se opõe a uma visão e atitude ecumênicas, já que o estudo sistemático da práxis católica contribui para o diálogo ecumênico, no sentido de aprofundar o que pertence à “fé comum” e de articular a pluralidade na interpretação teórica e prática.

Como Teologia cristã (católica), esta formação se diferencia de outras ciências, especialmente das Ciências da Religião, que não estudam especificamente a fé cristã. Como formação teórica, diferencia-se da formação prática para o serviço ministerial, embora articulada com este. Como formação básica, diferencia-se do estudo teológico-científico especializado, próprio do Mestrado e Doutorado.

O currículo do Bacharelado baseia-se na convicção de que a práxis vivida pela comunidade da fé em Jesus Cristo desde as suas origens – o “fato cristão” – é o acesso à manifestação específica de Deus que constitui o objeto do estudo teológico cristão. Este ponto de partida articula dois lugares teológicos principais:

a) as fontes históricas da fé cristã, o Evento Jesus Cristo, com sua preparação no povo de Israel e seu desdobramento na vida da Igreja (teologia histórico-sistemática);

b) a vida da comunidade cristã, como resultante do acima exposto, em meio aos desafios do mundo atual (práxis cristã). Esta dupla dimensão é levada à consciência desde o início do curso, mediante uma descrição do “Fato Cristão”, que proporciona a impostação própria do curso.

A partir dessa intuição básica, o currículo desdobra-se segundo a organização clássica do estudo teológico. Em cada semestre há uma matéria como enfoque central, ao redor da qual se agrupam, com certa afinidade, na medida do possível, as outras matérias. As tradicionais distinções entre teologia positiva e especulativa, sistemática e prática são relativizadas, como se evidencia nas considerações a seguir.

“Da fé para a fé” (Rm 1,17) é a trajetória que se segue. Entenda-se a fé como práxis, a fé vivida, em todas as suas dimensões (subjetiva, objetiva, teórico-doutrinal, prática, pastoral etc.). Essa trajetória pode também ser resumida no lema: “Da práxis para a práxis”, entendendo-se a práxis não como prática externa, mas como interpretação-no-agir de uma intuição ou pré-compreensão de um sentido fundamental indicado pelo Evento Jesus Cristo.

Propõe-se, portanto, um pensar circular. Não, porém, um círculo fechado, e sim uma espiral aberta, tendo continuamente diante dos olhos a práxis fontal (assinalada nas “fontes da Revelação” e nos lugares teológicos da história atrás de nós); e a práxis que continuamente se projeta como afazer – história como tarefana teologia prática. Entre esses dois pólos, que são duas figuras de uma mesma manifestação de Deus entre nós, desenvolve-se o pensamento da Teologia sistemática procurando verbalizar de modo crítico o significado universal daquilo que Deus fez, faz e fará conosco, em Cristo.

Reconhecimento pontifício e civil

O Bacharelado em Teologia da FAJE tem suas origens no curso de Teologia criado no ano de 1949 em São Leopoldo (RS). Já desde seu início, esse curso de teologia recebera o reconhecimento pela Congregação para a Educação Católica da Santa Sé (Estado do Vaticano), o que lhe conferiu o caráter pontifício e assim lhe assegura, desde então, o reconhecimento internacional em todos os países que, através de concordatas com a Santa Sé, aceitem os títulos por ela reconhecidos.

A partir de 1999, surgiu, no panorama acadêmico nacional, a possibilidade de os cursos de Teologia obterem reconhecimento por parte do Estado brasileiro (Portaria 4.059 do MEC). O Bacharelado em Teologia da FAJE requereu também esse reconhecimento, o qual lhe foi concedido através da Portaria no 146 do MEC, publicada no Diário Oficial da União de 14 de junho de 2011. Na avaliação feita por ocasião do processo de reconhecimento, o curso obteve nota 4,0 (numa escala de 1,0 a 5,0). Desde então, o Bacharelado em Teologia têm caráter tanto civil quanto pontifício.

Duração

A Graduação ou Bacharelado em Teologia, com duração normal de oito períodos anos (seis períodos no caso do Bacharelado eclesiástico, que não inclui o ano de créditos filosóficos), leva o aluno, uma vez cumprido o período de créditos filosóficos, a um conhecimento básico dos diversos campos da Teologia.

 

Av. Dr. Cristiano Guimarães, 2127 - Planalto - Belo Horizonte - MG - CEP31720 300 - Como chegar? Tel (31) 3115 7000 - Fax (31) 3115 7015