Lei natural: um conceito disputado na teologia moral católica pós-conciliar

advanced divider

12 e 13/09 | 19h às 20h30

Prof. Me. Moisés Ponte

Investimento: R$ 70,00

Ementa:Após breve aproximação histórico-conceitual, o minicurso abordará de modo propedêutico as dificuldades enfrentadas pela teologia moral pós-conciliar em torno à Lei Natural. Centraremos nossa atenção em duas hermenêuticas principais. A primeira delas busca deduzir a “ordem moral” a partir do “dado da natureza”. Embora vigente desde o pontificado do Papa Pio XI, ela se tornou objeto de controvérsias após a renovação da teologia moral suscitada pelo Vaticano II. O marco inicial dessa disputa teológica se deu com a publicação da Encíclica Humanae vitae (1968), do Papa Paulo VI, sobre a regulação da natalidade. Após demonstrarmos como essa primeira hermenêutica passou a reger o discurso do magistério em matéria de moral sexual, constataremos como esse mesmo magistério, no que concerne à moral social, inspirou-se em outra perspectiva hermenêutica da Lei Natural, fundamentada na “ordem da razão”. Nascida com a Encíclica Rerum novarum (1891), do Papa Leão XIII, essa segunda perspectiva foi ulteriormente desenvolvida pelo magistério social dos últimos papas sem jamais ter suscitado controvérsias para a teologia moral. Conclusivamente, buscaremos indicar os impasses e danos que a primeira perspectiva ainda hoje gera na vida dos fiéis, bem como as perspectivas que se abririam para a moral sexual com uma revisão do conceito de Lei Natural a partir da segunda perspectiva hermenêutica, e para além dela.

Docente:Prof. Me. Moisés Ponte, professor FAJE

Modalidade: Online (Plataforma TEAMS)

(Em até três horas antes do início da atividade, o link será enviado por e-mail aos inscritos)