Paulo Roberto Margutti Pinto

advanced divider

Currículo Lattes

Pós-Graduação/Filosofia – Professor do Quadro
Apresentação:Nascido em Poços de Caldas, MG. Graduado em Filosofia pela UFMG (1967), mestrado em Filosofia Contemporânea pela UFMG (1979) e doutorado em Filosofia pela University of Edinburgh (1992), com tese sobre Wittgenstein. Foi pesquisador 1A do CNPq de 2003 a 2012, tendo inclusive coordenado o Comitê Assessor de Filosofia entre 2010 e 2012. Foi professor do Depto de Filosofia da Fafich da UFMG de 1978 a 2006, quando se aposentou na categoria de titular. A partir de 2001, criou o Grupo de Filosofia no Brasil (Grupo Fibra) e começou também a trabalhar na área de história do pensamento filosófico brasileiro (projeto FIBRA/CNP).  Foi também professor titular da Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia (FAJE/MG), de 2006 a 0210. Em 2013, voltou a trabalhar como professor titular da FAJE/MG. No momento, desenvolve um projeto sobre a História da Filosofia do Brasil no Período Contemporâneo, no interior da linha de pesquisa em Filosofia Contemporânea do Mestrado em Filosofia da FAJE.

Currículo:

Tem experiência nas áreas de lógica, filosofia da linguagem e filosofia do Brasil. Além de artigos em revistas especializadas, escreveu os livros “Iniciação ao Silêncio – Análise do Tractatus de Wittgenstein”, “Introdução à Lógica Simbólica” e “História da Filosofia do Brasil – Período Colonial (1500-1808)”. Entre 1990 e 2001, trabalhou na linha de pesquisa de lógica e filosofia da ciência do Programa de Pós-graduação em Filosofia da UFMG, como coordenador e pesquisador principal do Projeto Integrado “Elementos para uma Teoria da Argumentação” (ETA/CNPq). Neste período, fez análises argumentativas de textos clássicos, em que se destacam os artigos a respeito de Nietzsche, de B. Russell e de Wittgenstein. Trabalhou também na elaboração de uma concepção de racionalidade inspirada no segundo Wittgenstein, em Maturana e filósofos de tendência pragmatista (ver, a esse respeito, o texto Ceticismo, Pragmatismo e a Crítica de Sellars ao Mito do Dado , publicado no livro Ceticismo: Perspectivas Históricas e Filosóficas ). Desde a criação do Grupo Fibra, tem produzido análises de períodos da história da filosofia do Brasil, em que se destaca o livro sobre a filosofia brasileira no Período Colonial. Fez também comparações entre autores brasileiros e pensadores clássicos da filosofia (Hume e Matias Aires, Wittgenstein e Clarice Lispector, Rorty e Machado de Assis).