Áreas de Concentração

advanced divider

Área de concentração:

Pretende-se desenvolver a pesquisa filosófica tendo a própria Filosofia como área de concentração.

 

Linhas de pesquisa:

Ética, Filosofia Política e Sociedade: Propõe investigar questões éticas e políticas que nos ajudem a pensar a práxis individual e coletiva e a organização da sociedade. Em primeiro lugar, numa perspectiva ética, vários são os temas que podem ser pesquisados. Dentre eles, podemos destacar: a relação entre razão teórica e razão prática, a possibilidade de fundamentação racional da ética, a relação entre justiça e bem, ética e religião, ética e metafísica, ética e ciência, ética e hermenêutica, ética e economia, ética e política. Do ponto de vista da Filosofia Política, abre-se a possibilidade de investigar ainda a respeito de vários temas: a questão da organização social, da formação e da constituição do Estado de Direito, das formas de exercício do poder. Os direitos humanos, a democracia, as políticas públicas, o direito como mecanismo de integração social, a bioética, a crise ecológica e a tecnociência também se apresentam como temas sobre os quais podem ser realizadas pesquisas, a partir de abordagem filosófica. Estimula-se, sobretudo, uma investigação que, partindo de problemas concretos, possa auxiliar numa melhor compreensão do agir individual e coletivo, e, consequentemente, ajude a compreender melhor a realidade social.

 

Filosofia da Religião, Ciência e Cultura: A linha de pesquisa tem por objetivo promover a investigação e a discussão acerca de dimensões fundamentais da auto expressão do ser humano segundo os três focos apresentados: Religião, Ciência e Cultura. No tocante ao primeiro foco, enfatiza-se a reflexão sobre as condições de legitimidade e viabilidade de uma abordagem filosófica sobre o fato humano, cultural e histórico da religião, em suas diversas dimensões e manifestações, no interior do espaço epistemológico que define a modernidade, tanto do ponto de vista de uma filosofia da religião stricto sensu, quanto de uma teologia filosófica. O segundo foco contempla o campo abrangente do problema do conhecimento, e privilegia em particular uma reflexão sobre a ciência, seu método e sua validade, suas esferas de atuação, seus limites e pressupostos, assim como sobre o estatuto ontológico de suas entidades. Por fim, pelo terceiro foco a linha se abre para pesquisas dirigidas a outros âmbitos da Cultura, como a arte, a literatura e a linguagem, examinados sob a perspectiva histórico-filosófica, estética e de filosofia da cultura. Estimula-se, sobretudo, o desenvolvimento de pesquisas que estabeleçam vínculos entre os focos em questão.