Especialização Educação e Gestão Social: Práticas Emancipatórias (ed. 1)

advanced divider

Especialização Educação e Gestão Social: Práticas Emancipatórias (ed. 1)

Curso Interdisciplinar
Período de inscrição prorrogado até 03 junho de 2022

Apresentação e objetivos
A Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia oferecerá, em 2022, este curso de pós-graduação lato sensu voltado ao desenvolvimento de conhecimentos, habilidades e atitudes conducentes a intervenções sociais de pessoas que se veem como agentes de mudança social interessados em contribuir para impulsionar o desenvolvimento humano, espiritual, econômico, tecnológico, cultural, social do contexto em que atuam.
Público-alvo
Pessoas envolvidas em ações pastorais sociais, políticas e ambientais, obras sociais, voluntariado com jovens e imigrantes, educação social, movimentos de vilas e favelas; agentes sociais interessados em fortalecer projetos comunitários e sociais e iniciativas do terceiro setor. Pessoas imbuídas do entendimento e da capacidade de promover processos educacionais e de gestão direcionados à construção da perspectiva libertadora em cidadania e do comprometimento com as necessidades da transformação social.
O que são “práticas emancipatórias”?

Por práticas emancipatórias compreendem-se ações comprometidas com a promoção e a efetivação dos direitos humanos, particularmente das camadas populares, de trabalhadores e de minorias identitárias, em suas múltiplas dimensões (sociais, políticas, econômicas, civis, culturais, educacionais e ambientais).

Práticas emancipatórias em educação se referem às práticas sociais de formação humana referenciadas na ética igualitária, na liberdade de pensamento, de criar e construir a própria história, no respeito às diferenças culturais, tendo por perspectiva o desenvolvimento omnilateral da pessoa, a sua totalidade, compreendendo-a como sujeito do processo ensino-aprendizagem, capaz de reelaborar criticamente experiências e saberes, construir conhecimentos e agir na transformação de si e da realidade em que vive.

Quanto às práticas emancipatórias em gestão social, essas designam as práticas sociais de busca de satisfação das necessidades humanas essenciais por meio da ação coletiva organizada, mobilização, diálogo, participação, cooperação, deliberação e controle social, orientada por motivações do viver ético em sociedade, pela interação e compartilhamento de saberes e construção horizontal e efetiva de relações sociais e de poder democráticas e libertadoras.

 

Informações gerais

Carga horária: 360h/aula

Modalidade: Remoto (aulas online síncronas)

Periodicidade: 3 (três) módulos:

Módulo 1 – 02/08/2022 a 01/11/2022 [108 h/aula]

Módulo 2 – 01/02/2023 a 30/05/2023 [140 h/aula]

Módulo 3 – 01/08/2023 a 16/11/2023 [112 h/aula]

EDITAL DISPONÍVEL PARA DOWNLOAD